Golpe

No aniversário do golpe de 64, Bolsonaro critica Congresso por revogar ato da ditadura

Declaração foi dada pelo presidente nas redes sociais

01/04/2021 09h54Atualizado há 2 semanas
Por: Redação
Fonte: Redação

No dia do aniversário do golpe de 1964, o presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) criticou nesta quarta-feira, 31, em sua conta no Twitter os que “apagam fotos ou fatos”, ao lembrar a aprovação, pelo Congresso, de um projeto de resolução que anulou a sessão legislativa que destituiu o então presidente João Goulart, em 1964. O Legislativo invalidou a sessão de destituição de Jango numa votação em 21 de novembro de 2013.

 

“Em abril/2013 o Congresso anulou a sessão de 02/abril/64, que destituiu o Presidente João Goulart”, recordou Bolsonaro. O presidente afirmou no tuíte que não discute a História, mas que “verdadeiros democratas não apagam fotos ou fatos”. “Deus abençoe o Brasil e guarde nossa liberdade!”, postou, ao finalizar a mensagem, acompanhada de uma foto antiga de Bolsonaro com farda do Exército.

Nesta quarta-feira (31), mais cedo, o ministro nomeado da Defesa, Walter Braga Netto, afirmou que os militares “não faltaram no passado e não faltarão sempre que o País precisar”, ao oficializar as escolhas dos novos comandantes das Forças Armadas feitas por Bolsonaro.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Salvador - BA
Atualizado às 01h30
26°
Nuvens esparsas Máxima: 30° - Mínima: 25°
28°

Sensação

11 km/h

Vento

79%

Umidade

Fonte: Climatempo
Municípios
Últimas notícias
Mais lidas